Jeremias 29:11-13 "Porque Eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então, me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e Eu vos ouvirei. E buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração."

domingo, 11 de novembro de 2012

ABIGAIL: Mulher prudente, pacificadora, sábia, humilde e submissa especialmene à Deus

A Paz do Senhor esteja com você e a sua família.

Nestas últimas semanas venho meditando na Palavra sobre o livro de Samuel, acerca da vida de Davi. Mas, lendo a Palavra, uma passagem que me chamou muita atenção foi o momento que surgiu Abigail, esposa de Nabal, na vida de Davi. E meditei sobre ela, até o momento em que estava falando com uma amiga que irá pregar no culto das mulheres, na igreja Assembléia de Deus Belém, no bairro Capoavinha, em Mairiporã, e  a pregação dela será sobre Abigail. Conversamos sobre o assunto e isto me motivou a fazer este "post". Espero que todos, ao ler este estudo, possam refletir na postura de Abigail, e que todos nós sejamos prudentes, pacificadores, sensatos, sábios, humildes e submissos ao  Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Amém!


ABIGAIL: mulher prudente, pacificadora, sábia, humilde e submissa, sobretudo a DEUS

Para entender quem é esta mulher prudente, pacificadora, sábia, humilde e submissa de nome Abigail, temos que nos remeter ao livro de 1Samuel 25 : 1 - 13, que nos mostra Davi e seus homens  fugindo de Saul. Enquanto se refugiaram no deserto de Parã, eles se encontraram com os pastores e os animais do rico proprietário Nabal (que significa "insensato", "tolo"). Em vez de se aproveitarem dos animais, Davi e seus homens protegeram os pastores e animais. Finalmente, chegou o tempo da tosquia das ovelhas, e havia um espírito festivo no ar. Essa era uma ocasião de gratidão e oferecimento de presentes. Sabendo disso, Davi enviou dez de seus homens para pedir provisões. Mas a resposta de Nabal, "honrando" o significado do seu nome, foram insultos ao ungido de Deus, Davi, e a recusa em dar-lhe qualquer coisa de sua propriedade. Nabal ignorava com quem estava lidando. Por sua vez, Davi ficou muito irritado, afinal tinha sido generoso e foi recompensado com insultos e humilhação. Assim, tomou para si 400 dos seus homens e foi em direção à propriedade de Nabal, em Carmelo, disposto a matar Nabal e toda a sua casa.
Neste ínterim, um moço de Nabal, procurou Abigail e lhe contou o que havia ocorrido (1Samuel 25 : 14-17).

É a partir de 1Samuel 25 : 18-19 é que começamos a perceber quanto prudente e sábia foi Abigail, pois ela imediatamente preparou provisões generosas e foi encontrar Davi e os seus homens quando passavam perto de onde ela morava, a caminho de Carmelo, sem mesmo avisar seu marido Nabal.

Sua humildade é vista em 1Samuel 25 : 23-28, quando ela se prostra diante de Davi e lança-se aos seus pés e pede para que ele não se importe com Nabal, que era louco, nem se vingasse com as suas próprias mãos pelo insulto que havia sofrido dele.

Neste momento, Abigail assumia toda a responsabilidade, dando a Davi o presente para ser distribuído aos seus homens. Pediu perdão pela transgressão dela (tomando para si a culpa de seu marido Nabal), para que Davi não carregasse um peso em sua consciência quando chegasse ao trono de Israel, por ter se vingado com suas próprias mãos.

A Abigail, Davi diz: “Bendito o Senhor, Deus de Israel, que, hoje, te enviou ao meu encontro. Bendita seja a tua prudência, e bendita seja tu mesma, que hoje me tolheste de derramar sangue e de que por minha própria mão me vingasse." 1Samuel 25 : 32-33.

Diante de todos os mantimentos, e da humildade e das alegações de Abigail, Davi caiu em si e percebeu que havia sido o Senhor que enviara Abigail até ele, para que não derramasse sangue. Assim, ele recebeu o que ela havia levado a ele, atendeu seu pedido e mandou-a de volta para sua casa em paz . 1Samuel 25 : 35.

Ao chegar a sua casa, Abigail viu seu marido embriagado fartando-se de um banquete; ficou quieta, até o dia seguinte, quando seu marido já estava livre da embriaguez; no mesmo momento Nabal passou mal e “ficou como pedra”, vindo a falecer uns dez dias depois “Passado uns dez dias, feriu o Senhor a Nabal, e este morreu” 1Samuel 25 : 38.

Assim, meditando em 1Samuel 25, em relação à Abigail, consegue-se perceber que:

       I.        Mesmo vivendo com um marido tolo e insensato, não deixou seu coração se corromper com raiva, egoísmo não permitindo que as circunstâncias a arruinassem;
   II.     Foi sábia e rápida, afinal, assim que ouviu o servo sobre os ocorridos, tomou de imediato tudo o que podia ofertar a Davi, para que este fosse misericordioso diante de sua oferta e petição;
    III.         Ela  foi muito corajosa, pois não temeu a reação de seu marido e se pôs diante de 400 homens de Davi, que estavam zangados e dispostos a matar;
    IV.     Ela foi sábia, pois intercedeu por seu marido e por todos de sua casa, diante do ungido do Senhor;
     V.        Foi humilde, prostrou-se diante de Davi e o tratou como “meu senhor”;
    VI.      Em nenhum momento ficou irada, deixando-a cega ou com raiva, foi prudente e fez o melhor de si para salvar a sua casa;
  VII.     Foi pacificadora, pois agiu de forma que não se derramasse sangue diante de sua casa.
 VIII.   E, mais do que tudo, seguiu seu coração, coração bondoso, caridoso, humilde, amoroso; tudo o que Deus havia colocado nela. Por isso, foi submissa aos mandamentos do Senhor; agindo com sabedoria, prudência, humildade e buscando a paz, conseguiu que nenhuma gota de sangue fosse derramada em sua casa.

Tão virtuosa foi Abigail, que após a morte de Nabal, Davi a tomou como esposa. 1Samuel 25 : 39-43.

Oração: Senhor Deus Pai, Todo Poderoso, Rei dos reis, o Alfa e o Ômega, Único e Incomparável, o meu Refúgio e a minha Fortaleza, meu Deus em quem confio; Venho diante do Senhor orar, em no nome de Jesus, para que todos que lerem este estudo possa ter aprendido e colocar em prática tudo aquilo que o Senhor quis nos mostrar com a atitude de Abigail; Que sejamos submissos e obedientes ao Senhor; que possamos ser pessoas humildes, sem um coração vaidoso, mas que nossos corações possam estar voltados ao Teu bem querer; que possamos ser sábios e rápidos nas nossas ações, livrando nossas casas e, sobretudo, nossas famílias de todo o mal planejado pelo inimigo; que consigamos semear a bondade, o amor, a caridade e a paz por onde nossos pés andar. Que sejamos homens e mulheres cada vez mais preparados para semear a Tua Palavra, que sejamos ramos da videira que frutifica bons frutos; que sejamos pessoas, a cada dia, melhores, para que possamos levar o que de melhor temos em nossos corações para aqueles que têm necessidade de conhecer a Ti Senhor. Em no nome do Senhor eu oro, Amém.

Textos de apoio extraídos de: http://www.cpb.com.br “Abigail: senhora das circunstâncias”
 http://www.bible-facts.info “Nabal e Abigail – Saul é poupado outra vez”


4 comentários:

  1. mto boa a colocaçao desta historia biblica boa msm muito bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, espero ter ajudado com este post.

      Excluir
  2. muito lindo a mensagem,tambem estarei ministrando em 3 cultos com mulheres e um deles vou falar sobre Abigail,porém eu tinha em mente mas não sabia como expor e achei muito bem colocado o texto e me serviu muito,Deus abençõe seu ministerio.

    ResponderExcluir
  3. Amém ... que você seja um grande instrumento de Deus e leve a Palavra Dele para todas aquelas pessoas que necessitam ouvi-La. E que nos cultos você diminua e o Espírito aumente. Abraços.. Deus abençoe grandemente.

    ResponderExcluir